News Update :
Home » » Como em 1929, agricultura é a salvação!

Como em 1929, agricultura é a salvação!

Foi a própria Presidente Dilma R.Linhares quem afirmou: o Brasil se salvará pela agricultura, e  é  a pura verdade. Basta lembrar que em 1929 o mundo econômico veio abaixo (pior que em 2008), mas o Brasil resistiu bravamente através da agricultura, puxada pelo café, algodão, açúcar e produtos agroindustriais.

                Se atentarmos para a notícia abaixo, chegaremos à conclusão matemática que a salvação está no setor agrícola, como no passado.

                Compete, pois,  ao governo federal os estímulos propícios ao fomento da produção, de vez que atualmente nossa linha de agro está mais intensificada. Poderemos suprir o mundo com comida e alguns itens acessórios, dependentes também do setor.

 

Agricultura puxa alta na geração de empregos formais em maio

Segundo dados do Caged, foram criados 46.261 postos de trabalho no setor

Foto: Diogo Zanatta / Especial

Agricultura foi responsável pela criação de 46.261 postos de trabalho em maio


O setor agrícola puxou a alta na geração de empregos formais em maio. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), vinculado ao Ministério do Trabalho, a agricultura foi responsável pela criação de 46.261 postos de trabalho no mês, aumento de 2,94% na comparação com abril. Somando todos os setores, o país gerou 139.679 empregos, alta de 0,36% em relação ao mês anterior.

Sete dos oito setores de atividade econômica registraram alta no nível de emprego, e um deles registrou relativa estabilidade. Além da agricultura, os setores que mais contribuíram para o comportamento positivo no mês foram: Serviços (+44.587 postos ou +0,28%); Indústria de Transformação (+20.299 postos ou +0,25%); Construção Civil (+14.886 postos ou +0,49%) e Comércio (+9.749 postos ou +0,11%). A Administração Pública também se destacou, ao apresentar um aumento de 2.660 postos ou +0,32%, o terceiro melhor desempenho para o mês;  Extrativa Mineral contabilizou (1.251 vagas).  O setor de Serviços Industriais de Utilidade Pública (SIUP) foi o que registrou relativa estabilidade no mês (-14 postos ou 0,00%).

O bom desempenho do setor agrícola foi associado às atividades vinculadas à presença de fatores sazonais na região Sudeste, como o cultivo de café (+25.995 postos) e de cana-de-açúcar (+12.250 postos).

Segundo a pesquisa, no geral, todas as cinco regiões registraram expansão do emprego: Sudeste (+101.876 postos ou 0,49%); Centro-Oeste (+13.473 postos ou +0,46%), Sul (+9.913 postos ou 0,14%); Nordeste (+9.060 postos ou +0,15%) e Norte (+5.357 postos ou +0,31%).
Share this article :
 
Design Template by panjz-online | Support by creating website | Powered by Blogger