News Update :
Home » » Democracia, uma mentira bem contada!

Democracia, uma mentira bem contada!

                                           Democracia, uma mentira bem contada!

O povo brasileiro merece algo melhor

                Goebbels, marketeiro de Hitler, foi quem inventou esta frase: uma mentira contada várias vezes pode tornar-se verdade! Ele não sobreviveu as suas lambanças, tendo praticado suicídio, antes de cair prisioneiro dos russos, em 1945, fim da 2ª guerra mundial.

                A mentira tem a perna curta, diziam os antigos. Isto estamos assistindo no comecinho deste século XXI, ao perceber que o regime político fundado na soberania popular, na liberdade eleitoral, na divisão dos poderes para a felicidade dos povos, não passa de mentira vulgar!

                Rui Barbosa, o maior gênio cultural e jurídico que o Brasil já teve, também expôs sua opinião, bem clara, por conseguinte, sobre este regime, aqui anti-ético, que, no final, não passa de um embuste, pois quem está no poder são forças econômicas, meros representantes da Aristocracia, não o povo. As eleições não são tão livres assim, de vez que, na maioria dos casos, o voto é negociado...

                Ora, se não possuímos soberania popular, não temos eleições absolutamente livres, o povo não vai assumir o poder, está bem claro –claríssimo- que não temos democracia no Brasil.

                Então, vem a pergunta: o que consistiria nesse algo melhor?

                Alguns países europeus (Alemanha, Letônia, alguns enclaves como Lichtenstein, San Marino, Mônaco, e também asiáticos (Hong Kong, Macau, Cingapura) conseguiram vencer a ilusão, partindo para um modelo mais solidário e também absolutamente ecológico, instituindo cidades-estados, sem ferir o poder republicano, mas agregando outro tipo administrativo, onde a meritocracia e a ética são prevalentes. Neste mesmo caminho estão a Escócia, o País de Gales, o país Basco, a Catalunha e o Vêneto italiano.

                E nós, como ficamos? Continuaremos na mentira democrática ou devemos perseguir o modelo autogoverno, que é totalmente ecodemocrático, onde o povo cuidará do dinheiro público, as eleições serão facultativas e não haverá obrigatoriedade para registro de candidaturas através de partidos, onde o bolo tributário deverá ser mais extensivo a quem produz a economia nacional, que são os municípios!

                Chega de mentira e chega de corrupção. Chega de malversação do dinheiro público. Chega de Estado Paralelo. Queremos e devemos seguir e honrar o Estado de Direito, optar pela Ecodemocracia, adotar o Autogoverno como faculta o Pacto da ONU de 16/12/1966 e a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

                É o capítulo principal da Ecologia Verdadeira, a que cuida da interação homem-ambiente, onde tudo está relacionado com tudo e com todos!

                Faça parte da História. Compartilhe desta mudança excepcional. Alie-se a nós!

 

         Ame-Fundação Mundial de Ecologia –www.ecologia.org.br

            amefundacao@gmail.com amefundacao@uol.com.br

                        www.jornalverdemunicipalista.net.br
Share this article :
 
Design Template by panjz-online | Support by creating website | Powered by Blogger